Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de imprensa Notícias Governador sugere imposto sobre valor agregado único
11/05/2015 - 09h12m

Governador sugere imposto sobre valor agregado único

Renan Filho defende reforma tributária durante o 3° Encontro de Governadores do Nordeste, realizado no Rio Grande do Norte

Governador sugere imposto sobre valor agregado único

Para o governador de Alagoas, uma alíquota estadual e outra federal poderia ser uma solução. (Foto: Márcio Ferreira)

Mariana Lessa 


O governador Renan Filho defendeu, em Natal, nesta sexta-feira, 8, um marco legal tributário. Durante sua participação no 3º Encontro de Governadores do Nordeste, realizado no Rio Grande do Norte, Renan Filho sugeriu uma saída viável para a problemática dos impostos no país.

 

“Seria muito mais racional, que no caminho para reduzir o arremedo tributário que nós temos, que tivéssemos um imposto sobre valor agregado único. Talvez uma alíquota estadual e uma outra federal. Essa proposta vai garantir um sistema um pouco mais previsível na economia”, defendeu o governador alagoano.

 

O evento serviu para debater propostas econômicas junto ao governo federal. Tais sugestões visavam unicamente garantir a continuidade do desenvolvimento da região Nordeste, a que mais sente o peso dos impostos.

 

Como desfecho, Renan Filho avaliou positivamente o encaminhamento dos debates resultando em duas sinalizações importantes dadas pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy. “Primeiro, será discutida um fundo de investimento para o desenvolvimento do Nordeste; e, segundo, o governo federal vai abrir novamente as portas para discutir a necessidade de financiamento para que o Nordeste continue crescendo”, concluiu o governador.

 

Aproveitando a presença do ministro da Fazenda, os governadores solicitaram ainda um maior investimento nas principais áreas de atuação e um maior repasse de verbas federais para que os estados consigam continuar no caminho do crescimento. 

 

Joaquim Levy garantiu que o governo federal é um parceiro e acredita na região. “Estamos unidos por um objetivo comum de crescimento do Brasil, diminuição de disparidades regionais e de uma política consciente de ajuste fiscal que nos dê solidez e que evite sobressaltos. Faremos uma agenda comum e vitoriosa que mantenha o Nordeste como a região que mais cresce no país”, respondeu o ministro da Fazenda.

 

 

O anfitrião do encontro, governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, destacou a união dos estados e a importância da região para o crescimento do país: “Essa reunião visa a unificação de um discurso sólido, consciente e com amparo para promover a nossa agenda de crescimento regional. O Nordeste tem um papel fundamental para ajudar o país a avançar. Somos a região que mais cresce. O Produto Interno Bruto do Brasil cresceu 0,1%, enquanto no Nordeste o crescimento foi de 3.7%.”.

 

Participaram do evento oito dos nove governadores do Nordeste; além do ministro para Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger. Os temas discutidos foram centrados no ajuste fiscal, na convalidação dos incentivos, na unificação das alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), na mudança do indexador das dívidas.

 

 

 

Fonte: Agência Alagoas

Ações do documento