Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de imprensa Notícias Governador destaca importância do comércio para Alagoas
10/03/2015 - 10h09m

Governador destaca importância do comércio para Alagoas

Renan Filho, no primeiro encontro com representantes da CDL Maceió, discutiu abertura de diálogo e atuação da Sefaz

Governador destaca importância do comércio para Alagoas

Renan Filho prega a união do comércio com o governo por dias melhores para o alagoano. (Foto: Márcio Ferreira)

Telma Elita

 

O comércio é um dos principais segmentos da economia alagoana, principalmente na geração de emprego. Ciente da importância do setor, o governador Renan Filho esteve reunido, nesta segunda-feira (9), com representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Maceió. A intenção é aproximar a gestão pública desse grande gerador de renda que é o comércio.

 

Nesse sentido, o chefe do Executivo estabeleceu o diálogo com os empresários da área. “É o comércio, ao lado da construção civil, que promoveu o progresso do Estado – vinculados à política desenvolvida pelo governo federal. Há uma queda no cenário de desenvolvimento, mas é fundamental que estejamos unidos para preservar os empregos, atrair as grandes cadeias”, disse.

 

No encontro, foi abordada a nova linha de atuação da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). O presidente da CDL Maceió, Fernando Azevedo, mostrou-se satisfeito com a postura adotada. “Percebemos uma maior abertura com o secretário [George Santoro]. O fórum da Sefaz com a sociedade, por exemplo, que estava parado, foi reativado e está bem participativo”, avaliou.

 

Nessa linha de modernização da Sefaz, o governador anunciou que está sendo estudada uma nova proposta de normatização para os diversos setores. “Nós vamos tentar deixar mais clara a legislação. A ideia do George Santoro é fazer um texto simples, que todos entendam”, revelou. A tônica deve ser mesmo pela transparência dos critérios e objetividade no que diz respeito à arrecadação.

 

Segundo Renan Filho, o próprio ministro da Fazenda, Joaquim Levy, declarou que Alagoas está muito atrás, em relação a outros estados do Nordeste, no que diz respeito à cobrança de tributos. “Isso se deve, claro, ao nosso desenvolvimento econômico, que ainda é pequeno, mas também a uma forma ineficiente de arrecadação. Mas vamos atuar de forma franca, primando inicialmente por mecanismos de educação fiscal”, declarou.

 

Outro ponto debatido na reunião foi a realização do Liquida Maceió – campanha criada ainda em 2003 e que movimenta o segmento com a realização de promoções no Centro e nos shoppings da cidade. Os representantes da CDL tiveram a confirmação do apoio do governo à iniciativa. 

 

 

Fonte: Agência Alagoas

Ações do documento